Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 26 de dezembro de 2009

Muda Mundo. Mudo!

Esses dias parei pra pensar na vida. Fiz uma análise de tudo que passei. Horas, dias, meses, anos. Percebi que cada hora foi uma história, cada dia uma alegria, os meses foram lições, e os anos mudanças. Sorri, chorei, caí, aprendi, mas acima de tudo vivi. E vi que sou como qualquer coisa. Feito de estações. Passei um inverno triste, cinza e amargo. Quis lutar contra o tempo e a verdade. Chorei. Me culpei! Quis que o frio passasse. Entretanto, quando parei de pensar no frio consegui me aquecer. Consegui esquecer. Não que não me importe mais com você. Apenas cresci. Deixei de projetar meus sonhos em alguém. Na real, acho que ao te perder acabei me encontrando. E sem perceber passei a ver flores. A vida desabrochou frente aos meus olhos como um botão de rosa. Quando esqueci do inverno, a primavera veio me abraçar. E depois de ter passado a estação cinza vi que não foi um período de luto. Foi antes vida. Vida que me ensinou a ser eu. Renasci! Tudo na vida é assim. O tempo sabe o que faz. O grande problema é querer que o tempo acelere. O grande problema é pensar que outros devem realizar os nossos desejos. Agradeço hoje, por ter te conhecido. Sou grato por contigo ter vivido. E acredite, enquanto fomos nós foi intenso, foi vida. Mas não vivo mais o nós. Aprendi a viver o eu. Agradeço pelo tempo, pelas gargalhadas, pelos beijos, pelas histórias e até pelas brigas que me ensinaram a viver. Agradeço acima de tudo porque você foi um passo a mais na minha história. Mas passou. Não sei se volta. Não sei nem se deve voltar. Por hora estou completo. Assim, só. Sou inteiro. Falo com sinceridade. E espero realmente que eu tenha sido algo mais que lembrança e pranto pra você. Mas entenda que o verão vai chegar e outras estações virão. E se for pra sermos nós mais pra frente, que seja, mas agora não. Vive você de um lado e eu do outro. Não sinto falta de ter perdido um romance. Sinto falta de ter perdido uma amiga. Mas cada um pensa como quiser não é mesmo? Bom é isso! Sentado aqui na frente da tela, pensando na vida, e escutando musica romântica. HAHAHA irônico não?!

Mas to aqui lembrando e sorrindo. E vendo que hoje não seria a mesma coisa, pois sou outro. Como poderia a história ser a mesma se são outros personagens? Até mesmo a musica já não é triste. Bom, espero que você consiga se encontrar também. Só depois de ter encontrado a mim mesmo é que me vejo capaz de encontrar alguém. Abraços e até uma próxima conversa que não seja virtual como essa, mas que seja tão sincera quanto. Felicidades para mim e pra você!

2 comentários:

  1. cara.. estão bons mesmo os textos. gostei macaco!

    ResponderExcluir
  2. espero chegar a um estado de espírito e de liberdade parecido, mas dentro da minha própria evolução. penso muita coisa parecida com esse texto, pelo que vivi, mas ainda não consigo falar sobre isso como algo distante, pois ainda não é...

    o esquema é liberar o pensamento e os sentimentos sem pudor, sem censura, que as coisas de essência aparecem com mais pureza e autenticidade.

    boa léo.. em breve penso estar melhor assim

    ResponderExcluir