Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Grande Gigante


Grande Gigante

Ah eu quero ver 
Quando o Brasil acordar
E toda gente em massa
Na rua a cantar
Que é muito bom
Ser brasileiro
E não importa
O dinheiro ou 
O safado engravatado
Que embala o bebê

Aqui é a revolução
Que se assiste do portão
De cara pintada e 
de costas calejadas
O que reina é a euforia
E um belo canto de alegria 
De protestar amargamente
Contra a situação presente
Sem saber o que se sente 
O povo é erva daninha 
Que vomita ladainha

Aqui é o Brasil 
E nao tem revolução
Revolta aqui são
Três dias de curtição
Um feriado ja ta bom
Pra gente ficar louco
Beber só mais um pouco
E se vestir de mulher
Na quarta feira deixa os caras 
Fazerem o que quiser

O gigante acordou e 
Nem sequer se levantou
Ficou deitado e
Com cara de coitado
Um gostinho de cinzeiro
E de noite mal dormida
Salve cristo! Rio de janeiro
A seleçao que vence a partida
O carnaval que nunca acaba
Caipirinha e cachaça
O país que hoje acorda
Como sempre de ressaca